O que significa ser membro

A vida na Comunidade de Cristãos é conduzida e formada por pessoas que sentem a realidade do Cristo e que desejam servi-Lo. Cada um, por livre consciência, escolhe sua forma de participação, seja ela originada do coração para a consciência ou do pensamento para a ação.Membros e amigos

Em nossa época, não é mais conveniente que o ser humano pertença a uma determinada comunidade religiosa por motivos de ascendência familiar, desejo de terceiros ou por força do hábito. A Comunidade de Cristãos preza a liberdade do individuo que está em busca de algo maior em si mesmo, que é a união de seu Eu (expressão maior de sua força interior individual) com o Cristo.

Quem deseja se tornar membro, deve ser preparado adequadamente por um sacerdote, que lhe deixará bem consciente de suas responsabilidades quanto à vida sacramental e comunitária. A admissão consiste na vivência de dois sacramentos que norteiam a filiação à Comunidade de Cristãos: a Confissão e a Eucaristia.

Um frequentador assíduo do Ato de Consagração do Homem, em determinado dia, sente o chamado – procura seu sacerdote para se tornar membro e passa a compartilhar desse memorável Encontro com o Cristo.

Não basta, para ser membro, ter recebido os sacramentos da Comunidade, tais como o batismo ou a confirmação. Há de ser um evento especial, onde o indivíduo assume a participação e o compromisso de sua vida cristã, pessoal e comunitária.

A contribuição financeira de membros e amigos não é prescrita rigidamente, mas é voluntária no sentido de como cada um quer e pode apoiar a manutenção econômica e social da Comunidade. A comunidade de Cristãos vive destas doações voluntárias que refletem o engajamento de seus frequentadores.

A celebração dos sacramentos não depende da contribuição financeira de seus participantes. No entanto, aqueles que receberam as bênçãos dos sacramentos e são informados das necessidades, em gratidão podem querer contribuir financeiramente com a entidade, com o intuito de mantê-la viva e atuante, não só para si mesmo, mas, especialmente, para as futuras gerações.

Quem vive no manancial dos sacramentos e com as palavras dos Evangelhos, encontra ali sua pátria religiosa e se une ao atuar do Cristo em nossa época atual.